White day

Fotos de um domingo em que Londres ficou coberta pelo branco mais fotogênico que existe. Bonito de se ver, e não vou mentir que me abriu um sorriso quando vi que de repente, o dia amanheceu assim e deu início a semana mais fria de inverno do ano.

IMG_2560

E claro que eu não pude deixar de registrar a nossa primeira neve e aproveitar já que ela raramente aparece por aqui.

image

IMG_2519

image

IMG_2505

IMG_2588

IMG_2612

IMG_2526

IMG_2622

IMG_2506

IMG_2553

IMG_2615.JPG

IMG_2543

 

Desculpem a quantidade excessiva de fotos mas não consegui me conter e quis compartilhar todas desse momento inesquecível.

 

s2.

 

 

 

 

Um dia em Brighton Beach!

Brighton foi nosso primeiro destino depois de algumas semanas em Londres e que sem dúvidas ganhou meu coração.

Cerca de uma hora ao sul de Londres de trem, foi um dos lugares mais lindos que visitei por aqui. A praia de cascalho, os barzinhos na orla, o mar azul, o vento, as gaivotas aos montes e o famoso Pier. Composto por um parque de diversões, comidas, ambiente animado. Resumindo é um lugar que te deixa uma sensação boa e um desejo de voltar, sempre.

Aqui ficam as fotos que renderam desse dia e desse lugar incrível.

IMG_5415

Só posso dizer que amei e não vejo a hora de voltar🙂

That’s all folks!

 

 

 

O BOM DA VIDA

Só desejo para 2016 mais dias cinzas, sorvete de menta, centro de Londres, chocolate quente, feiras, frio, flores, canecas, abraço apertado, viagens, cheiro de livro novo, praia, noites de sexta-feira, manhãs de domingo, chocolate, séries, filmes, cinema, fotografias, muitas fotografias, família, cachorros, amigos, dias amanhecendo, sorrisos, pessoas educadas, velas, lençóis brancos, água mineral,  menos saudades, músicas, esmalte vermelho, cachecóis, casacos, botas, brigadeiro, rímel, pés descalços, feriados, livrarias, liquidação, aeroportos, dar presentes, trabalho reconhecido, edredons, perfumes, roupas novas, meias, pantufas, chá, vento no rosto, moleton grande, domingos, parques, caminhadas, corridas, reencontros, ad infinitum.

 

Thank you, 2015.

Não quero começar meu post de final de ano falando como o ano passou rápido e sim como 2015 foi um ano importante na minha vida. Muitas coisas aconteceram, algumas muito boas, outras nem tanto, mas todas importantes para o meu crescimento.

Poderia escrever um texto enorme, mas resolvi resumir meu ano em algumas frases e fotos.

Espero que se identifiquem com algo do ano de vocês ou que seja útil para o ano que vem.

Este ano fiz minha primeira viagem de avião. E percebi que tenho mais medo do que imaginava.

E fiz a tão sonhada viagem para o exterior. Fiquei 4 meses na Itália. Que vocês podem conferir aqui e aqui. Lugar lindo com arquiteturas de encher os olhos.

Consegui minha cidadania Italiana. Uhruuu!!!!

image

E realizei o meu maior sonho que era conhecer e morar em Londres. Nem preciso falar nada né?

Este ano fomos a uma praia da Inglaterra (Brighton) e foi o lugar mais lindo que já conheci (farei um post em breve sobre ela).

Conheci pessoas incríveis! (desculpa mas não tenho fotos de todos).

E o Skype e Face Time foram os grandes aliados para matar a saudade. E que saudades…

Este ano senti a falta que um cachorro faz em casa. Não vejo a hora de ter um e de rever os meus.

E percebi o quanto as Plantas trazem vida para o ambiente e me fez bem. Eu diria que foram além de terapêuticas, foi um aconchego que me faltava para me sentir em casa e nem eu sabia o quanto. Ainda não tenho muitas, com certeza em 2016 a coleção irá aumentar.

IMG_2465.JPG

Treinei a arte de ESPERAR. Sim o que mais fiz esse ano foi esperar. E não tem como se livrar. Aprendi que se deve fazer o que esta ao seu alcance, se empenhar, se organizar, sentar e esperar, porque olha, não vale a pena se desgastar.

IMG_7380

E dei Tempo e Paciência. Esses dois foram muito importantes nesse 2015. Aprendi a respeitar mais o meu tempo e o tempo das pessoas que estão ao meu redor. Enxergar que cada um tem o seu momento, o seu silêncio e isso precisa ser respeitado. Viver um dia de cada vez. Respirar. Olhar o lado bom de tudo. Não brigar por pequenas coisas e aprender a conviver com as diferenças.

IMG_5044

“Será que a gente consegue”. Foi a frase mais falada em 2015. E fizemos tudo que estava no nosso alcance, todos os obstáculos foram superados e alguns ainda estão por vir. Fomos fortes e também pensamos em desistir algumas vezes, mas a moral da história é: você pode fazer o que quiser. Para realizar seus sonhos, só depende de você!

IMG_5373.JPG

 

 

E você? O que fez este ano que te fez melhor?

 

A gente se vê em 2016.😉

Boxing Day

Não há dia melhor pra falar sobre compras, lojas ou tudo que envolva sacolas e roupas novas do que no famoso “BOXING DAY”. Essa semana me perguntaram o que era esse tal dia e eu expliquei que era tipo uma Black Friday, só que numa versão britânica. O Boxing Day acontece todo ano aqui em Londres (acontece também no Canadá, na Nova Zelândia e na Austrália) e começa sempre dia 26 de dezembro, sim, um dia depois do Natal. O Boxing day acreditem se quiser, é um feriado de origem medieval que para os religiosos, significa dia de St. Stephen, mas para os menos ligados, é o dia de aproveitar as liquidações nas principais lojas, que apresentam descontos de até 70% do preço original em roupas, eletrônicos e absolutamente todo o resto. Esse dia acaba durando uma semana e algumas vezes quando os estoques das lojas ainda não zeraram, vai até meio/final de Janeiro.

Pra mim, resumindo: no lugar certo, no dia certo haha.

1413960320-thousands-of-shoppers-out-on-boxing-day--london_982025

Me pediram muito pra mostrar as compras que tenho feito por aqui por Londres durante todo esse tempo, e nada melhor que esse dia para mostrar um pouquinho dos descontos que eu aproveitei.
Hoje não conseguimos ir para famosa Oxford Street, então aproveitei o centro e o shopping daqui da cidade onde moro mesmo. Quase todas as lojas estavam com os adesivos dos descontos, algumas realmente compensava outras nem tanto.

img_8782

A primeira parada foi na Lush e confesso que por lá nada estava com desconto, mas como a tempos queria essa máscara, acabei comprando. £9,95 a grande e £5,75 a menor.

img_8777
New Look, Zara, Next, Disney, Primark, Office, H&M, entrei para conferir os descontos em todas, algumas realmente valiam a pena, mas acabei sem comprar nada.

Depois foi a vez da GAP, onde só o marido comprou. Blusa de £49,99 por £16,99 e calça de £30,00 por £7,99. £ 25,00 no total e ele saiu feliz.🙂

img_8781
Próxima parada foi na TK-Maxx loja de outlet e nela comprei essas duas blusas com preços bem camarada. A primeira de £25,00 por £11,00 e a marrom super fofinha de £29,00 por £12,99.

Última parada foi na The Range, loja de departamentos, onde comprei esse quadrinho por apenas £3,00 e não poderia ter ficado mais satisfeita. Agora nossa sala ganhará um quadro🙂.

img_8780
Enfim, pretendo fazer outro post sobre compras falando mais das lojas e o quanto vale a pena. Hoje foi mais voltado ao Boxing Day. Gostei e indico pra quem quer que passe o final de ano aqui. Vale os minutos de claustrofobia enfrentados dentro das lojas!

 
Me deem dicas do que querem ver por aqui e comentem se tiverem alguma dúvida.

Algumas tradições do Natal em Londres

Esse será nosso primeiro Natal em Londres e além do tradicional que estamos acostumado no Brasil, alguns costumes deles por aqui me chamaram a atenção e por isso resolvi compartilhar com vocês.

Dia de Natal: Comer e beber também é tradição por aqui, mas o Natal é comemorado dia 25 de dezembro e não dia 24, como no Brasil. A festa começa de tarde e vai até a madrugada.

Normalmente, a ceia é composta principalmente de peru recheado, couve de bruxelas, batatas assadas e molho de crambery. As sobremesas tradicionais são Christmas pudding (bolo feito com muitas frutas secas e conhaque), trufa de morango (massa de pao de ló, gelatina, morango e mingau) e Mince pie (tortinha de passas com canela) servida com creme de leite.

Nada funciona: O país todo para dia 25/12. Todo o transporte público de Londres para nesse dia, inclusive os taxis pretos. Quem precisar se locomover conte em pagar caro. Supermercados, atrações turisticas, museus, tudo fecha. E isso se estende para vários lugares no dia 26/12. É a única época “sagrada” aqui, então se vier a turismo esteja ciente disso.

 
Suéter de Natal: Um dos rituais mais típicos no Reino Unido é comprar ou fazer o famoso suéter de natal. É o que mais se vê nas lojas e nas ruas. Flocos de neve, renas, biscoito e gengibre, papai noel e os que acendem (sim tem os de pisca-pisca). Esses são os mais populares no modelito obrigatório de fim de ano. Usado por todos, crianças, adultos de qualquer idade e até animais de estimação sai com roupinhas de rena ou papai noel.
Quanto mais perto do Natal, mais fácil avistar alguém usando.
Foi-se a época em que as peças eram consideradas presentes constrangedores, tricotados por tias e avós. Agora, os suéteres natalinos aquecem as vendas e viraram protagonista nos ambientes de trabalho (geralmente nos escritórios o pessoal faz o dia de usar o Christmas jumper, tem concurso pra ver qual o mais cafona e tudo mais).

170955693

(Picture: Getty)

 

PicMonkey Collage2
Eu particularmente acho muito fofo e quero ter um🙂.

 

Christmas Crackers: Em todas as lojas que eu passava eu via esses “bombons” (como eles chamam) de papel e não fazia idéia para que servia, até ver na internet do que se tratava.

– O Natal não é inglês se não tiver o Christmas Cracker.

Os Christmas Crackers devem ser estourados no dia de Natal (cada pessoa segura de um lado do cracker, em uma roda de pessoas, e todo mundo puxa ao mesmo tempo), e dentro deles tem umas bobagens, uns presentinhos. Mas mais importante que os presentinhos são as coroinhas de papel (que todo mundo tem que colocar na hora de comer) e as piadinhas.

 

Luzes de Natal: As decorações da cidade se concentram no centro, principalmente na rua Oxford, um dos comércios mais populares do país, onde milhares de pessoas se esmagam para comprar os presentes todos os anos.

Ascender as luzes de Natal em si já é um evento. Mesmo em pequenas cidades do interior, celebridades são convidadas a acender a iluminação natalina. Muitos moradores enfeitam suas casas também. A cidade fica muito bonita, isso não pode negar.

Oxford-Street-Christmas-Lights-switch-on

Oxford Street

 

Discurso da Rainha: No Brasil, tem o especial de Natal do Rei, e aqui tem o especial de Natal da Rainha,rs. Ela faz o seu discurso todo ano no Natal, é tradição e todo mundo vê.

É único vivenciar essa época aqui, tudo respira esse clima natalino. Só faltou a neve para me deixar mais feliz.🙂

Gostaram das tradições?

Qual país não tem breguice natalina para chamar de sua, né?

Um Natal maravilhoso pra todos vocês!

🙂

Lar

Após 5 meses na tão sonhada Londres as coisas começaram se ajeitar… Não é nada fácil começar uma vida do zero e se encaixar nas burocracias do País.
Hoje vou falar um pouquinho sobre acomodações e minhas experiências nesses 5 meses.
Londres é uma das cidades mais caras do mundo quando o assunto é aluguel. Então esse será o maior investimento para quem pretende morar aqui.

 
É bom saber que Londres é dividida em 6 zonas, sendo a 1 a mais turística e cara. Quanto mais afastado do centro, mais barato tende a ser o aluguel… Mas mais caro fica o transporte. Na hora de decidir onde morar, é bom colocar no papel todos os gastos e ver se alugar um quarto ou apartamento na zona 5 vale realmente mais à pena do que um na zona 2 (às vezes um apartamento mais afastado e muito barato, pode sair mais caro do que um central que precise de menos transporte). Depende do que você vai fazer e do tempo de irá ficar por aqui.

plano-zonas-londres
Aqui diferente do Brasil as casas costumam ser compartilhadas então é muito comum alugar quartos, uma opção mais acessível para início ou pra quem está com a grana mais apertada.

Geralmente o contrato de aluguel é mensal, mas muitos lugares, principalmente quando se aluga quarto, é cobrado por semana.

IMG_2468.JPG

vista da nossa janela.

Quando chegamos aqui nós alugamos um quarto e ficamos 2 meses compartilhando casa. É uma experiência e tanto, morar com pessoas com cultura totalmente diferente da sua.

Após estarmos situados e com o visto do meu noivo em andamento resolvemos dar o segundo passo e morar em um flat sozinhos (enfim a sonhada privacidade e a cozinha só pra mim).

2

Também é muito comum morar em studio ou flats pequenos, pois sim, o aluguel é o que mais pesa por aqui, o bom que a maioria das casas já vem mobiliada, então uma preocupação a menos. É só entrar e morar.

 
Para ter uma idéia de valores o Gumtree é o site mais popular do Reino Unido. Tem uma oferta gigante de quartos e flats como também tudo o mais que você possa imaginar. O legal dele é que você vai encontrar muitos anúncios de pessoas e não só de agências, que tendem a ser mais burocráticas. O lado negativo é que golpes não são raros no Gumtree. Mas, vale o de sempre: fique atento e desconfie de ofertas boas demais para serem verdade. No mais, Gumtree é ótimo.
Demorou um pouquinho mas agora temos um lugar só nosso para chamar de Lar. Pequeno mas muito aconchegante, a primeira conquista, a primeira “casa” e a experiência de morar sozinha.

1

Logo ela ganhará mais nossa cara. Ta faltando quadros e muitos vasinhos por aqui🙂.

 
E por ai, como vai a casa, a vida?